Salvar

Salvar

Redação

O MPE (Ministério Público Eleitoral) enviou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) novo parecer a favor da cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições presidenciais de 2014. A nova manifestação foi entregue na sexta-feira (12) e se refere ao processo em que o PSDB pediu a cassação do resultado das eleições. As informações são da Agência Brasil.

O novo parecer repete o posicionamento feito pelo vice-procurador eleitoral, Nicolau Dino, enviado ao TSE em março, antes da interrupção do julgamento. De acordo com o procurador, além da cassação da chapa, o tribunal também deve considerar a ex-presidenta Dilma Rousseff inelegível por oito anos.

A novidade na manifestação é a inclusão dos depoimentos de delação premiada dos publicitários João Santana e Mônica Moura, responsáveis pelas campanhas eleitorais do PT. Nos depoimentos, o casal citou suposto recebimento de propina na campanha por Dilma.

Na sexta-feira (12), o relator da ação no TSE, Herman Benjamin, encaminhou aos demais ministros da corte o complemento do relatório final do processo. A próxima etapa será a retomada do julgamento, que foi suspenso no mês passado para novo prazo de alegações para as defesas. Caberá ao presidente do tribunal, ministro Gilmar Mendes, marcar a data do julgamento, que deve ocorrer a partir da última semana de junho.

PROCESSO

Após o resultado das eleições de 2014, o PSDB entrou com a ação e o TSE começou a julgar suspeitas de irregularidades nos repasses a gráficas que prestaram serviços para a campanha eleitoral. Recentemente, Herman Benjamin decidiu incluir no processo os depoimentos dos delatores ligados à empreiteira Odebrecht, investigados na Operação Lava Jato. Os delatores relataram que fizeram repasses ilegais para a campanha presidencial.

Em dezembro de 2014, as contas da campanha da então presidenta Dilma e de seu vice, Michel Temer, foram aprovadas com ressalvas e por unanimidade no TSE.

No entanto, o processo foi reaberto porque o PSDB questionou a aprovação, por entender que há irregularidades nas prestações de contas apresentadas por Dilma, que teria recebido recursos do esquema de corrupção investigado na Operação Lava Jato. Segundo entendimento do TSE, a prestação contábil da presidenta e do vice-presidente é julgada em conjunto.

A campanha de Dilma nega qualquer irregularidade e sustenta que todo o processo de contratação das empresas e de distribuição dos produtos foi documentado e monitorado. A defesa do presidente Michel Temer sustenta que a campanha eleitoral do PMDB não tem relação com os pagamentos suspeitos. De acordo com os advogados, não se tem conhecimento de qualquer irregularidade no pagamento dos serviços.

Fonte: Correio do Estado

Ciclista - identificado apena como “Soró”, morador num sítio na Linha do Caraguatá - está em estado grave após ser atropelado por um veículo Ford/Eco Sport, com placas de Vicentina, na noite deste sábado (13), por volta das 20h:45min, no quilômetro 39 da MS-147, na linha do Caraguatá, entre os distritos de Proterito e São José.

Conforme apurado pela reportagem do Site Vicentina Online, Alexandre dos Santos Costa, 22 anos, conduzia o veículo, sentido a Vicentina, quando o ciclista teria saído de um canavial e adentrado repentinamente na rodovia. O motorista relatou que tentou desviar, porém, não conseguiu e atingiu a vítima.

O estado de saúde de “Soró” inspira cuidados. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital da Sias. Alguns dos ferimentos são: traumatismo craniano, fratura de face, fratura no nariz, fratura nos dois braços, escoriações no abdômen, corte nas pernas e etc.

O condutor viajava em companhia no pai. Eles nada sofreram.


A Polícia Militar de Vicentina esteve no local auxiliando na ocorrência.

Fonte: Vicentina Online

Durante a fuga, bandidos bateram em caminhonete e caíram de moto

Após roubar bolsa de uma mulher, Max Aquino Guerreiro de 25 anos, foi contido e linchado pela população no Jardim Tijuca, em Campo Grande. Conforme o boletim de ocorrência, após o roubo, Max ainda foi orientado pelo comparsa a roubar mais pertences da vítima, quando esta pediu ajuda a pessoas de outro veículo, que então perseguiram o criminoso. Durante a fuga, os assaltantes perderam o controle da moto que dirigiam e bateram contra uma caminhonete, o que gerou a aglomeração da população. Ao saber do assalto, o grupo de aproximadamente 18 pessoas partiu para as agressões contra o autor.

Conforme o boletim de ocorrência, o caso aconteceu por volta das 19h30 de sábado (13). De acordo com o relato da vítima, de 44 anos, ela saia de sua residência, condomínio localizado na rua Manoel Joaquim de Moraes, quando a dupla em uma motocicleta verde parou perto dela e anunciou assalto, exigindo a bolsa e ameaçando-a com uma arma. Quando Max estava prestes a montar na motocicleta para que pudessem ir embora, o comparsa lhe disse para voltar e pegar todos os pertences que estavam com a vítima, além da bolsa. Neste momento, a mulher pediu ajuda a um veículo que passava no local, e então o carro perseguiu a moto dos assaltantes.

Durante a perseguição, a dupla perdeu o controle da moto e bateu em uma caminhonete. A queda causou aglomeração das pessoas na rua e quando foi anunciado que Max era autor de um assalto, o grupo partiu para as agressões. O comparsa fugiu antes da chegada da polícia. Ele ficou com escoriações pelo corpo por causa da queda e das agressões da população.

Max tem diversas passagens por crimes como lesão corporal, violência doméstica, homicídio, incêndio, roubo e furto. O veículo que dirigia era fruto de receptação. Com o autor ainda foi apreendida uma faca que ele utilizou durante o assalto. Ele foi preso na Delegacia de Pronto Atendimento (Depac) Piratininga, onde o caso foi registrado como roubo majorado pelo emprego de arma, concurso de pessoas e receptação. As informações são do Correio do Estado

O motorista de uma carreta bi-trem perdeu o controle da direção, e tombou o veículo que estava carregado com 38 toneladas de adubo. O acidente ocorreu na noite do último sábado (13) na MS-480, próximo ao município de Anaurilândia, distante 371 km da Capital.

De acordo com informações do site Jornal da Nova, o motorista perdeu o controle da carreta bi-trem ao tentar realizar uma conversão na rotatória das rodovias MS-276 e MS-480. Os semirreboques estavam carregados com aproximadamente 38 toneladas de adubo.

A carreta, com placas de Maringá (PR) seguia pela rodovia MS-480 sentido ao trevo, e com o impacto do tombamento o motorista ficou com ferimentos leves e foi encaminhado para o hospital regional em Nova Andradina.

Fonte: Campo Grande News

O regime norte-coreano fez o teste às 5h27 de domingo

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) convocou neste domingo (14) uma reunião de urgência que, a princípio, será realizada na terça-feira (16) para abordar o novo teste balístico da Coreia do Norte, informaram fontes diplomáticas. As informações são da agência de notícias EFE.

O regime norte-coreano fez o teste às 5h27 de domingo, horário local (17h27 de sábado, em Brasília), em Kusong, ao norte da capital do país, Pyongyang. Um míssil partiu e percorreu mais de 700 quilômetros antes de cair em águas do Mar de Japão.

Trata-se do primeiro teste armamentista deste tipo em duas semanas e ocorre depois que o novo presidente sul-coreano, Moon Jae-in Moon, assumiu o cargo, na última na quarta-feira (10).

O Conselho de Segurança da ONU tem em vigor há anos sanções diplomáticas e econômicas ao país asiático por seu programa nuclear, que foi endurecendo progressivamente em resposta aos testes atômicos e de mísseis de Pyongyang.

Fonte: Agencia Brasil

Pagina 10 de 132

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top