Salvar

Salvar

Redação

O apresentador Silvio Santos colocou a jovem Maisa Silva em uma saia justa ao falar sobre o aniversário da atriz, que acabou de completar quinze anos.

A garota promoveu uma super festa e usou diversos vestidos para marcar a passagem da idade. Larissa Manoela, colega de emissora e amiga, estava presente na festança.

No último domingo, 18, Maisa participou do ‘Jogo das Três Pistas’ com o apresentador Dudu Camargo e foi questionada sobre os convidados da sua festa.

Silvio Santos quis saber se Helen Ganzarolli foi convidada. No primeiro momento Maisa se mostrou surpresa e não disse nada. Logo depois justificou dizendo que não estava mais participando de outro quadro da atração, o ‘Jogo dos Pontinhos’ e por isso não a convidou.

A ex-apresentadora do “Bom Dia & Cia” acabou ficando confusa e dizendo só ter convidado Lívia Andrade e que possui poucos amigos famosos.

Fonte: Otvfoco

Aquisição de scanner veicular para reforço na fiscalização ficou só na promessa

 

Apesar das incursões permanentes de traficantes, que diariamente despejam toneladas de maconha paraguaia no País, via Mato Grosso do Sul, no lado brasileiro da fronteira, as ações repressivas pelos organismos de segurança são demasiadamente tímidas, não havendo investimentos diretos na construção de estruturas ou mesmo aquisição de equipamentos específicos para o enfrentamento desse tipo de crime.

Até mesmo as supostas operações integradas são inverdades quanto a sua eficácia. Isso porque os grandes volumes da droga frequentemente apreendidos no Estado não são indicadores de uma intervenção policial eficiente, pois, a grande maioria tem ocorrido em meio às ações rotineiras de fiscalização e não por uma atuação direta e planejada.

A fragilidade do policiamento, tanto na fronteira com o Paraguai, por onde entram maconha e armas, quanto com a Bolívia, porta de entrada de cocaína, faz de Mato Grosso do Sul o maior corredor de drogas da América do Sul.

Apesar dessas características, pouco se tem investido na melhoria do aparelho repressivo. Há falta de efetivo, de armamento e de tecnologia.

No fim de semana, por exemplo, a Polícia Federal apreendeu 1,8 tonelada de maconha já em Posselândia (GO). A droga saiu do Paraguai e passou por Ponta Porã e Campo Grande, antes de seguir para Goiás.

Durante a campanha eleitoral e tão logo que assumiu o Executivo, em janeiro de 2015, o atual governador Reinaldo Azambuja prometeu comprar scanners veiculares para reforçar a atuação policial nas fronteiras. O compromisso caiu no esquecimento. O mesmo acontece com o equipamento adquirido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte: Correio do Estado

Um empresário do ramo de lanches em Naviraí, juntamente com sua família, foi vítima de um roubo na noite de ontem, onde todos ficaram reféns dos criminosos por mais de 2h30m.

Por volta das 23h45m, o empresário de 52 anos, chegava a sua residência juntamente com sua esposa, aborde de uma caminhonete S10 de cor branca placa NSD-2483 de Naviraí/MS, quando foram surpreendidos por três indivíduos que encapuzados e armados anunciaram o assalto.

Ao ser rendido, o casal foi obrigado a adentrar na residência, onde estavam as duas filhas do casal e um neto sendo uma criança de colo.

Toda a família foi colocada na sala da residência, ficando na mira dos ladrões que armados com um revolver e uma pistola, exigiram todo o dinheiro que o empresário possuía na casa.

Após entregar o dinheiro para os bandidos, o empresário ainda foi obrigado a desengatar um trailer de lanche de sua caminhonete que foi levada por um dos indivíduos.

A família continuou reféns dos outros dois ladrões até as duas a manhã desta segunda-feira (19), quando então foram levados e trancados para um dos quartos da residência. Os aparelhos celulares da família também foram pegos pelos ladrões.

Por volta das 2h30m, ao perceberem que os outros dois ladrões já teriam deixado a residência, a família conseguiu sair do quarto e acionar a Polícia Militar.

A família não soube descrever as características dos ladrões, pois os mesmo usavam toucas, luvas e blusas de manga compridas. O empresário disse ainda que não sabe se os outros dois indivíduos que ficaram por último na residência, fugiram do local em algum carro ou em duas bicicletas pertencente à família e que também foram levadas pelos autores.

O caso foi registrado no 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil), como roubo majorado pelo emprego de arma, e segue sendo investigado.

Fonte: Ta Na Midia Navirai

Equipe do 9º Batalhão da PM fazia ronda e foi abordada pela vítima

 

Policiais militares do 9º Batalhão faziam ronda na Avenida Mascarenhas de Moraes, no bairro Monte Castelo, em Campo Grande, no começo da tarde de hoje e se depararam com vítima de assalto. O motorista de uma S10 abordou os PMs e relatou que tinha sido assaltado há menos de cinco minutos na via.

Os dois bandidos e os policiais acabaram encontrando-se na Avenida Gualter Barbosa, na região do bairro Nova Lima, houve confronto e um dos suspeitos morreu. O assaltante, que teria o apelido de Alemão, deu um tiro contra os PMs, que revidaram e o acertaram.

O outro ladrão, que não estava armado, fugiu e acabou entregando-se. A equipe que fez a prisão o levou para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro. Conforme a PM, o nome desse suspeito é Maike Caetano, de 20 anos.

Os detalhes do roubo ainda não foram divulgados porque a guarnição passou a diligenciar logo depois de pegar as características dos suspeitos e do veículo que tinha sido roubado.

Logo depois do crime, os homens fugiram sentido bairro Estrela do Sul. A viatura deslocou-se para a região e passou a fazer patrulhamento até encontrar os suspeitos. Houve perseguição por cerca de 300 metros e a caminhonete foi abandonada na Rua Silvério Faustino.

Os homens suspeitos do roubo invadiram uma casa na tentativa de se esconderem. Os policiais chegaram no local e, conforme relato de um oficial da PM, Alemão, que estava armado, fez um disparo. A ação foi revidada e ele foi alvejado. Não houve divulgação do local do ferimento.

Fonte: Correio do Estado

Equipes da Polícia Militar Ambiental (PMA) de Batayporã, que trabalham na operação Corpus Christi, retiraram, nesta sexta-feira (16) e sábado (17), oito redes de pesca, medindo 900 metros nos rios Baía e Ivinhema, bem como em lagoas que margeiam estes rios. Além das redes, foram retirados 67 anzóis de galho e 10 quilos de pescado que estavam presos às redes, ainda vivos, foram soltos nos rios.

Segundo a PMA, os infratores proprietários do material não foram localizados nem identificados. Normalmente os pescadores deixam os petrechos ilegais escondidos e, durante a madrugada, quando percebem que não há fiscalização, armam e conferem, retirando os peixes capturados. Isso torna difícil a prisão dos infratores, devido ao curto espaço de tempo que eles permanecem nos rios.

A manutenção da fiscalização e retirada desses petrechos precisam ser constantes, tendo em vista a grande capacidade de captura possibilidade de morte dos peixes. Na avaliação da PMA, a retirada desta quantidade de redes, espinheis e anzóis dos rios impede a degradação dos cardumes.

Fonte: Nova News

Pagina 6 de 168

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top