Salvar

Salvar

Redação

Autoridades encontraram irregularidades provocadas por reação à vacina

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) suspendeu as exportações de cinco frigoríficos para os Estados Unidos, depois de autoridades sanitárias americanas identificarem irregularidades provocadas pela reação à vacina contra a febre aftosa.

Segundo nota do ministério, a proibição continuará em vigor até que sejam adotadas “medidas corretivas”.

De acordo com a pasta, foram suspensas as exportações de três plantas da Marfrig, localizadas em São Gabriel (RS), Promissão (SP) e Paranatinga (MS); uma da JBS, localizada em Campo Grande (MS); e uma da Minerva, em Palmeiras de Goiás (GO).

O ministério informou que recebeu documento do Serviço de Segurança e Inspeção de Alimentos, cuja sigla em inglês é FSIS, agência do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, relatando não conformidades constatadas em reinspeção de produtos dos locais em questão.

A pasta preventivamente suspendeu a certificação sanitária das plantas citadas "até a adoção de medidas corretivas e trabalha para prestar todos os esclarecimentos e correções no sentido de normalizar a situação".

"Trabalhamos ainda, para que não haja recusa das mercadorias já embarcadas, até porque não há risco algum à saúde pública. O mecanismo de autossuspensão é acionado como estratégia para facilitar o retorno de forma mais acelerada, após os esclarecimentos", acrescenta a nota.

A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC) esclareceu que a autossuspensão ocorreu após detecção de reações à vacina contra a febre aftosa, que em alguns casos pode provocar abscessos internos e, portanto, não visíveis. "A iniciativa demonstra a responsabilidade do Brasil no que diz respeito à condução de suas exportações".

Em comunicado, a ABIEC disse que a produção de carne bovina brasileira segue "os mais altos padrões de vigilância sanitária e de qualidade. As plantas industriais suspensas representam uma fração mínima da produção nacional de proteína animal".

OUTRO LADO

Procurada, a JBS disse em nota que já encaminhou os esclarecimentos solicitados via ABIEC e ressaltou que "não foram encontrados problemas relativos às instalações da planta ou de qualidade do produto”.

A Minerva Foods disse que a produção de carne para os Estados Unidos segue em ritmo normal. "O volume produzido pela planta temporariamente suspensa pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento por não conformidade decorrente da identificação alguns cortes com marcas de vacina aplicadas nos bovinos (que não oferecem risco à saúde das pessoas) foi realocado para outras unidades. A companhia segue os mais rígidos padrões de qualidade e segurança alimentar em todos os países onde atua”.

A empresa informou ainda que intensificou os controles para retomar a operação desta planta para os EUA o mais rápido possível.

A Marfrig Global Foods disse em nota que conta com "um rigoroso processo de garantia de qualidade para os produtos que são vendidos no mercado nacional e internacional. A empresa esclarece que já está tomando todas as providências necessárias para atender as exigências do mercado americano nos seus processos produtivos e está atendendo a todas as etapas existentes estabelecidas pelo Ministério da Agricultura de forma técnica e imediata, visando o retorno dessas plantas para exportação para este mercado".

Fonte: Agencia Brasil

Na manhã do dia (21), por volta das 9h50min, uma equipe da Polícia Militar de Ivinhema realizava rodas de policiamento ostensivo e preventivo pelo terminal rodoviário local, quando abordaram um adolescente de 15 anos de idade, e na busca pessoal os policiais encontraram com ele duas porções de maconha.

Indagado o jovem sobre a droga, disse que sua mãe havia lhe dado o dinheiro para adquirir o produto, uma vez que o mesmo é usuário da referida droga.

Diante do fato, foi realizado contato com a genitora do adolescente para conhecimento e acompanhar a ocorrência, e posteriormente foi conduzido e entregue na Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema, juntamente com as 11 gramas de maconha para procedimentos.

O São Paulo segue sem vencer o Atlético Paranaense na Arena da Baixada na história do Campeonato Brasileiro e se complicou um pouco mais na edição 2017 ao perder por 1 a 0, caindo na classificação. Com o resultado, o Furacão deixou a zona de rebaixamento e chegou aos 11 pontos, na 13ª colocação. O Tricolor, por sua vez agora é o 15º, com 10 pontos ganhos.

O Rubro-Negro precisou de quatro minutos para abrir o placar, com Wanderson que pegou sobra de bola na entrada da pequena área e estufou a rede. O gol cedo fez o time da casa recuar e defender os três pontos por quase 90 minutos.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense encara o Vitória, domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba. Já o São Paulo terá pela frente o Fluminense, no mesmo dia, no Morumbi.

Fonte: Gazeta Esportiva

De acordo com o Blog do Noblat, nem Lula nem os que o cercam mais de perto apostam na absolvição

 

Um dos argumentos usados pela defesa de Lula veio abaixo nesta terça-feira (21). Em suas alegações finais, a defesa afirma que a OAS transferiu os direitos econômicos e financeiros sobre o imóvel a partir de 2010 para um fundo gerido pela Caixa Econômica Federal. Assim, não teria como ceder a Lula a propriedade do imóvel ou prometer a sua posse.

Como lembrou o Blog do Noblat, em nota oficial, a Caixa afirmou que não é dona dos direitos econômicos do imóvel. O FGTS adquiriu debêntures da OAS garantidos pela hipoteca do prédio, do qual o tríplex faz parte. Mas isso não impediria a comercialização dos imóveis.

Condenação

A qualquer momento, o juiz Sérgio Moro poderá divulgar a sentença que condenará ou absolverá Lula. Ainda de acordo com o Blog do Noblat, nem Lula nem os que o cercam mais de perto apostam na absolvição. Se ela acontecesse, segundo alguns, seria como se Moro assinasse o atestado de morte da Lava Jato.

Da mesma forma, Lula e os seus não imaginam que Moro possa decretar a prisão do ex-presidente. Se Lula permaneceu solto até aqui, não haveria razão para prendê-lo antes de a segunda instância da Justiça confirmar ou rever a sentença de Moro.

Fonte: NAOM

Evgeny Chernov e Yana Kryuchkova, ambos de 22 anos, estavam no banco de trás de seu carro quando o veículo caiu dentro do lago; os dois não resistiram

 

Evgeny Chernov e Yana Kryuchkova deixaram seu veículo parado, em ponto morto, nas margens de um lago. Porém, enquanto faziam sexo no banco de trás, o carro escorregou para dentro da água e acabou vitimando os dois.

Ao perceberem que os jovens, ambos de 22 anos, estavam demorando demais para voltar para suas casas, as famílias de Chernov e Kryuchkova resolveram contatar as autoridades. Foi então que, fazendo buscas pela área, os policiais encontraram o veículo do casal – um Niva, modelo fabricado na Rússia – , dentro do lago.

"O automóvel estava boiando e os corpos dos jovens foram encontrados no banco traseiro", declarou Andrey Fedotov, oficial do Comitê Investigativo da Rússia, segundo o portal The Mirror .


O site britânico ainda explicou que, de acordo com um repórter do jornal local Bloknot Volgograd , os movimentos performados pelo casal foram responsáveis por deslocar o carro até que se deparasse com o lago .
Lamentando a dramática situação, um amigo do casal publicou nas redes sociais: "Nós vamos nos lembrar de vocês! Tão novos... Descansem em paz, os dois estarão para sempre dentro de nossos corações".
Mortes trágicas


Em novembro do ano passado, um casal, também na Rússia , morreu intoxicado por monóxido de carbono enquanto namoravam dentro do carro.


Os corpos de Artem S., de 18 anos, e Anna D., de 20, foram encontrados dentro de um veículo, na cidade de Ufa, depois que suas famílias mobilizaram buscas pela região de Bashkortostanl, no centro do país.
Segundo o portal Daily Mail, a polícia acredita que os dois deixaram o carro ligado para se manterem aquecidos, e assim, inalaram a substância tóxica até a morte.


Fonte: Último Segundo 

Pagina 4 de 168

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top