Salvar

Salvar

Televisão (66)

A Justiça americana condenou uma mulher pela morte do seu marido, em um crime aparentemente testemunhado pelo papagaio da vítima. Martin Duran, de 46 anos, foi encontrado morto com cinco tiros na casa onde morava com a sua mulher, Glenna Duram, de 49 anos. Dois anos após a instauração do inquérito, a americana foi declarada culpada.

O crime aconteceu em maio de 2015. Glenna ficou baleada na cabeça, mas sobreviveu. Desde o início, ela negou a responsabilidade pelo assassinato, mas, nesta quarta-feira (19), após oito horas de deliberação, um júri a considerou culpada. De acordo com a decisão, ela atirou no marido e depois disparou contra a própria cabeça, apenas se ferindo.

Após a morte de Martin, a "guarda" do papagaio, chamado Bud, ficou a ex-mulher do americano, Christina Keller. De acordo com ela, depois do assassinato, a ave repetia frequentemente a frase "Não atire, porra!" ("Don't fuckin shoot"), enquanto imitava a voz de seu dono.

O "testemunho" do papagaio não foi usado durante o processo judicial. Mas, segundo a emissora britânica BBC, os pais da vítima afirmaram que aceitaram a possibilidade de o papagaio ter escutado o casal discutir e que, por isso, passou a repetir as últimas palavras do dono.

Ontem, um júri levou oito horas para elaborar a decisão que considerou Glenna Duram culpada pela morte de Martin Duram. A sentença da americana será proferida no próximo dia 28 de agosto, mas ela deve ser condenada à prisão perpétua. "Eu fico magoada que ambas famílias precisaram passar por isso, porque nós costumávamos ser próximos e acampávamos juntos", disse a mãe de Martin, Lillian Duram, à "FOX News".

"Dois anos é muito tempo para esperar pela Justiça. Se sentar lá (no tribunal) e vê-la sem expressar emoções ao olhar para as fotos (do crime), meio que machuca também", acrescentou.

O advogado de defesa, Mark Miller, disse que considera apelar o veredicto. "Obviamente nós respeitamos a decisão do júri, esse é nosso sistema legal", afirmou. "Não é o resultado que queríamos, mas respeitamos a decisão do júri", contou à emissora americana.

"Eu pessoalmente acho que ele estava lá, se lembra do que houve e fica dizendo isso", havia dito o pai de Matin, pouco depois do crime, à mídia local. Lillian completou a fala dele dizendo: "Aquela ave pega tudo, qualquer coisa, e acabou ficando com a boca suja". Ela se referiu ao palavrão que o papagaio diz na frase em inglês.

Um promotor no estado de Michigan inicialmente considerava que os sons emitidos pela ave pudessem ser usadas como evidência no caso do assassitado de Martin, mas depois abandonou a ideia. Ele justificou que não era provável chamar o papagaio para testemunhar perante o júri.

 

A Record levou ao ar nesse domingo (16) uma prometida reportagem sobre a TV Globo no “Domingo Espetacular”. Na atração, a emissora discorreu sobre a possibilidade do ex-ministro Antonio Palocci de envolver a emissora carioca em uma possível delação premiada. “A causa do pesadelo nos poderosos”, disse o repórter do canal.

De acordo com a Record, a Globo estaria temendo a delação de Palocci, pois ele pode “contar o que sabe sobre os negócios dos irmãos Marinho”.

Entre as acusações mencionadas pela Record contra a Globo, está a de sonegação de impostos. A emissora argumentou que, como a Globo “quase quebrou” no início dos anos 2000, teve que montar um esquema criminoso para comprar os direitos de transmissão da Copa do Mundo daquele ano.


A Globo teria criado uma empresa de fachada no exterior, a Empire. Tal empresa adquiriu os direitos de transmissão da Copa, e foi dissolvida após isso, passando seus “bens” (os direitos de transmissão) à Globo, sem que o canal carioca precisasse pagar os impostos.

A Receita Federal descobriu todo o esquema e condenou a emissora a pagar pelo que devia ao Estado brasileiro. Após um ano com o pagamento atrasado, no entanto, a emissora teria se beneficiado com uma lei que dava grande desconto a quem pagasse à vista processos atrasados com a justiça.

Dessa forma, de acordo com a emissora, que entrevistou um jornalista com exclusividade, a Globo pagou R$ 1 bilhão referente à dívida, mas também teria deixado de pagar R$ 1 bilhão do montante inicial.

No final da reportagem, a Record questiona se a Globo ainda “teria poder” de influenciar a possibilidade de alguém fazer ou não delação premiada no Brasil.

Procurada pelo TV Foco, a Globo ainda não se pronunciou sobre a reportagem da concorrente até o fechamento desta matéria.

Fonte: O TV Foco

De acordo com nova pesquisa publicada na revista científica Nature, os brasileiros estão abaixo da média no que diz respeito a atividade física. No ranking de países mais preguiçosos do mundo, entre 46 avaliados, o Brasil ficou na 7ª posição.

Segundo o estudo, realizado por pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, a média geral é de 4.961 passos em um período de 14 horas por dia. Os brasileiros ficaram abaixo dessa média, com 4.289 passos diários.

O levantamento

Com a ajuda do aplicativo monitorador Argus, pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, puderam registrar quantos passos as pessoas davam diariamente. No total, dados de mais de 700.000 pessoas fizeram parte do levantamento. A princípio, informações de 111 países foram coletadas, mas somente 46 deles somaram, pelo menos, 1.000 usuários cada e foram analisados.

“O estudo é mil vezes maior do que qualquer outro anterior sobre o movimento humano“, disse Scott Delp, professor de bioengenharia e um dos pesquisadores do projeto, à rede britânica BBC.

Ranking entre países

O território que obteve a maior média de atividade física foi Hong Kong, com 6.880 passos por dia, seguido pela China, com 6.189, e pela Ucrânia, com 6.107. O Brasil ficou entre os dez piores resultados, em 7º lugar, tendo superado apenas Índia, Egito e Grécia. Enquanto isso, a Indonésia obteve o pior resultado no ranking, com apenas 3.513 passos/dia.

Desigualdade: maior obesidade

Apesar de os dados serem anônimos, informações como idade, sexo, peso e altura dos usuários também foram compartilhadas. Com base nesses dados, os cientistas utilizaram o Índice de Gini, que considera diferentes concentrações de renda para avaliar com maior precisão a desigualdade de atividade física de um povo. Ou seja, em vez de comparar riqueza e pobreza, eles compararam aptidão e ócio em relação a prática de exercícios físicos.

Quanto maior se mostrava essa desigualdade, maiores eram as taxas de obesidade. Os Estados Unidos e o México tiveram uma média de passos diários similares, entretanto, o índice dos americanos apontou maior desigualdade e maior nível de obesidade.

Em contrapartida, a Suécia teve uma das menores lacunas. “Em regiões com alta desigualdade de atividade existem muitas pessoas que são pobres em atividade, tornando o índice um forte preditor de problemas de saúde“, disse Delp.

 VEJA

Ontem (10), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda de quatro lotes de tintura para cabelo Color Premium Creme Colorante Smart Extreme, da empresa Coferly Cosmética Ltda. De acordo com a resolução, publicada no Diário Oficial da União, a medida foi tomada após a confirmação de fraude dos produtos em questão.

Segundo informações da Anvisa, a Coferly Cosmética Ltda, fabricante da tintura Color Premium Creme Colorante Smart Extreme, identificou quatro lotes do produto com características divergentes das que constam na embalagem original, o que configura falsificação.

Os lotes que tiveram a apreensão determinada pela Anvisa foram:

M2909 Validade: 03/19 Tonalidade 5.0 Castanho claro
G2235 Validade: 12/19 Tonalidade CSV22 Corretor violeta
M1460 Validade: 11/19 Tonalidade S55.62 Castanho claro vermelho irisado smart especial
K1612 Validade: 12/19 Tonalidade CS.A11

Procurada, a Coferly Cosmética Ltda ainda não havia se pronunciado até o fechamento dessa matéria. 

Óleo de Argan

Além das tinturas para cabelo, A Anvisa determinou a proibição de todos os lotes do produto Argan Oil, da marca Jhor’s. Segundo a resolução, o produto fabricado pela empresa Antonia Lóide Palmiero Martins era comercializado sem registro sanitário e deve ser recolhido do mercado.

Até o fechamento dessa matéria, a reportagem não conseguiu contato com nenhum representante da empresa Antonia Lóide Palmiero Martins.

VEJA

Bibi (Juliana Paes) daqui em diante se tornará uma verdadeira criminosa na atual trama das nove. Além dos crimes para tirar o marido da cadeia, Bibi se envolverá cade vez mais nas atitudes “bandidas”. Segundo informações do “Jornal Extra”, nós próximos capítulos de “A Força do Querer”, ela vai se envolver em uma briga com uma mulher no morro que estará dando em cima de Rubinho (Emílio Dantas).

Na sequência das cenas prevista para ir ao ar, Bibi dá uma verdadeira surra na colega de morro. Entre puxões de cabelos e socos, Sabiá (Jonathan Azevedo) acompanhando tudo de perto dará o apelido que transforma em definitivo a vida de Bibi: “perigosa”.

E não vai parar por aí, Bibi Perigosa também enfrenta de frente alguns bandidos que tentarem passar “a perna” nela em uma negociação de armas: “Vai me enrolar não! Só falar que é mulher que vem buscar, já tá achando que engana”. Impressionados com a marra de Bibi Perigosa, eles dão a ela a arma que estavam tentando esconder.

Fonte: O Tv Foco

Parece que Silvio Santos não esqueceu por completamente toda a polêmica envolvendo Maisa Silva e Dudu Camargo. No programa deste domingo (9), em uma conversa do “Jogo dos Pontinhos”, no qual Silvio Santos fazia perguntas para Flor a respeito de Lívia Andrade, o apresentador também aproveitou a ocasião para tirar uma história a limpo.

“Por que você defendeu a Maisa?”, questionou Silvio para Lívia, que respondeu: “Defendi mesmo. Isso que o senhor faz e o que ela espera que eu faça (indicando a Flor) é mentir para o público”, disparou a beldade.

“Não tem coisa mais feia que mentir para você (disse Lívia falando com os telespectadores). A nossa obrigação é que sejamos sinceras com a verdade daquilo que achamos e que pensamos. Latinha bonita na prateleira do mercado tem um monte, conteúdo é bem diferente”, disse Lívia ressaltando o motivo de ter defendido a menina, sem dizer a fundo o que a motivou.

Vale dizer que toda a polêmica envolvendo Maisa começou semanas atrás, quando ela participou do “Jogo das Três Pistas” com Dudu Camargo. Na ocasião, Silvio disse a Maisa que ela deveria namorar Dudu, mas ela não gostou e acabou tecendo críticas ao colega de emissora.

Uma semana depois, Maisa voltou ao palco, mas abandonou as gravações após Silvio dizer que ela deveria pedir desculpas para Dudu, que também estava presente na ocasião. O SBT então tomou a decisão de não levar as imagens ao ar.

O fato é que toda essa história dividiu muitas opiniões na internet e fora dela. Livia Andrade, por sinal, foi uma das personalidades que defendeu Maisa.

Assista ao momento em que Silvio Santos coloca Lívia na parede e faz a pergunta (A partir de 10:40).

 

Fonte: O TV Foco

Um brasileiro de 29 anos foi preso por lançar um líquido ácido contra um arquiteto italiano de 43 anos nesta sexta-feira (7), informou a polícia de Milão. O episódio de agressão ocorreu ontem (6) e a vítima sofreu queimaduras no rosto e no peito. Apesar de estar no hospital em estado grave, ele não corre risco de morrer.

De acordo com o depoimento prestado nesta sexta, o brasileiro assumiu a culpa e informou que teve "uma relação" com o arquiteto e que, depois disso, foi chantageado e obrigado a se prostituir para que as fotos do encontro entre eles não fossem divulgadas. O ataque foi teria sido uma resposta a essas chantagens após uma discussão.

O incidente ocorreu na Città di Fiume, em Milão, e a princípio a polícia informou que a vítima era um morador de rua porque o ataque foi em uma área em que muitos sem-teto sempre ficam. No entanto, horas após a ação, foi revelado que a vítima era um arquiteto de 43 anos.

Apesar de ter confessado, a prisão do brasileiro ainda precisa ser autorizada pela Procuradoria para ser validada e ele ir para cadeia. Estima-se que o o procurador Isidoro Palma deve ratificar o pedido das autoridades e enviá-lo para um presídio após um interrogatório, que deve ocorrer entre sábado (8) e domingo (9).

Ainda que a história do brasileiro não tenha sido confirmada, o profissional já tem uma passagem na justiça, com condenações em primeiro grau, em 2010, e em segundo grau, em 2012, por calúnia agravada, injúria e difamação, informou o jornal Corriere della Sera . O arquiteto foi também professor e, entre os anos de 2006/2007, espalhou cartas e montagens para separar um casal de alunos, que na época tinham 17 e 19 anos. Ele ficou três anos preso pelo caso.

Por essa o ator, diretor e apresentador Alexandre Frota não esperava. Ele, que é bastante polêmico com suas opiniões sobre a política brasileira, acaba de receber uma ameaça de morte por meio de suas redes sociais.

A promessa aconteceu na manhã desta terça-feira (4), quando um perfil no Twitter prometeu invadir sua casa, matá-lo e, por fim, incendiar o imóvel. O artista se manifestou sobre o assunto com a revista Quem e disse o que fará.

“Estou indo para a delegacia de crimes cibernéticos. Estamos tomando todas as medidas legais cabíveis”, revelou ele, afirmando que essa não é a primeira vez que coisas desse tipo acontece em seu perfil.

“Eu recebo com tranquilidade porque todos os dias militantes de diferentes partidos me ameaçam, ameaçam minha família. Dizem que vão me pegar na rua”, contou ele à publicação, determinado a fazer as denúncias.

 

“Não compactuo com a corrupção sistêmica que os políticos de Brasília levaram aos brasileiros, roubando a educação e a saúde, enfim… Mas isso não me para e não me amedronta”, completou.

Fonte: O TV Foco

Depois do final do "Power Couple Brasil", marcado pela vitória de Nayara Justino, a Record estreou o seu novo reality , "A Casa", com uma polêmica na última terça-feira (26). O programa apresentado por Marcos Mion foi denunciado ao Ministério Público e aos Direitos Humanos, segundo informação do colunista Leo Dias, do jornal "O Dia". Na atração, 100 participantes são reunidos em uma casa que comporta uma família de 4 pessoas - com quatro quartos, dois banheiros e quatro toalhas - para buscar o prêmio inicial de R$ 1 milhão. Os itens de higiene são repostos diariamente, mas apenas em 4 unidades. No primeiro episódio, os participantes se secaram com cueca após o banho para não dividir as toalhas que estavam encharcadas.

Participantes são responsáveis por gerenciar dinheiro da casa

O diferencial do reality show é que os participantes são responsáveis por administrar o prêmio inicial de R$ 1 milhão. A cada semana, um dos moradores é escolhido como "dono da casa" e pode gastar o dinheiro para comprar itens necessários para o confinamento: comida, produtos de higiene, limpeza, dentre outros. No entanto, a quantia gasta será reduzida do prêmio final. "É um reality de sobrevivência que, ao invés de ser na selva, é em uma casa", avaliou o diretor geral Rodrigo Carelli. O dono da casa, aliás, será o único com direito a uma suíte privativa e a escolher quantos candidatos serão eliminados na semana. A votação não terá intervenção do público.

'É um projeto fascinante', avalia Marcos Mion

Marcos Mion, casado com Suzana Gullo há 12 anos, é responsável por comandar o reality show. O âncora, depois de uma cirurgia no septo nasal, garantiu que está muito satisfeito com a ideia do novo programa. "É um projeto fascinante. Uma experiência única na minha vida, uma vez que é a primeira vez que apresento um reality de confinamento. Antes, tive experiência à frente de Ídolos, mas era diferente. Levo humor e leveza, pois a pressão é grande. Além disso, o bacana é que eu interajo com os participantes. Não apareço por meio de um telão. Eu os ouço. Mas não tomo partido. Sabe aquele pai que, quando chega em casa, e tem de ouvir dois filhos que brigaram? Então, é mais ou menos o que acontece quando eu entro na casa para falar com eles."

PUREPEOPLE

A direção do Hospital Memorial Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, demitiu nesta terça-feira, 27, o funcionário que filmou e divulgou imagens do ator Fábio Assunção durante uma discussão no local. O artista foi encaminhado à unidade de saúde com ferimentos leves após se envolver em uma confusão em um bar na madrugada do sábado, 24.

A informação da demissão foi divulgada no Instagram pela namorada de Assunção, Pally Siqueira, e confirmada pelo hospital. O Memorial Arcoverde afirmou, em nota, que a filmagem foi feita sem o consentimento da direção e repudiou a atitude do funcionário, classificada como "infeliz iniciativa".

O hospital considerou ainda que a gravação "feriu o código de ética, a imagem da instituição e do referido ator".

Briga

Assunção estava em Arcoverde para a divulgação do documentário Eu sonho para você ver, feito em parceria com Pally, natural da cidade. Segundo informações de testemunhas, o ator exagerou no consumo de álcool e provocou confusão em um bar da região.

Após a chegada da polícia, o artista discutiu com os agentes de segurança, quebrou o vidro da viatura e os insultou durante a prisão.

Em seu Instagram, o Assunção se pronunciou sobre o caso e afirmou que errou ao se exceder. O ator, que já se declarou publicamente dependente químico, disse ainda que não estava sob efeito de substâncias ilegais.

"Não fiz uso de nenhuma droga ilícita - o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito", escreveu.

Assunção agradeceu as manifestações de carinho e apoio dos fãs e pediu desculpas. "Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo", disse.

ESTADÃO

Pagina 1 de 5

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top