Salvar

Salvar

Mundo (79)

Atentado provocado por Salman Abedi deixou 22 mortos em show de Ariana Grande

As Forças Especiais de Dissuasão, uma milícia ligada ao Ministério do Interior da Líbia, informaram que o pai de Salman Abedi, autor do atentado de Manchester, foi preso nesta quarta-feira. O irmão de Salman também foi detido pela milícia, na terça-feira, segundo Ahmed Ben Salem, porta-voz da unidade dos serviços de segurança.

Ramadan Abedi, o pai do homem-bomba que matou 22 pessoas em um ataque suicida na Inglaterra, foi preso em Trípoli, capital da Líbia. As Forças Especiais prenderam Ramadan do lado de fora de sua casa em Ayn Zara, um subúrbio de Trípoli. Uma testemunha disse que ele foi algemado por dois homens armados que o levaram em um carro sem qualquer identificação.

A milícia informou nesta quarta que o irmão de Salman, Hashim Abedi, de 20 anos, também foi detido, na terça-feira, por suspeita de ligação com o Estado Islâmico. Aparentemente, Hashim estava ciente dos planos do irmão e planejava um ataque terrorista na Líbia. No momento de sua prisão supostamente recebia uma transferência de dinheiro de Salman Abedi.

A polícia inglesa deteve cinco pessoas que teriam vínculo com o atentado e afirmou nesta quarta-feira que o autor fazia parte de uma célula terrorista. “Está claro que estamos investigando uma célula”, disse à imprensa o comandante da polícia de Manchester, Ian Hopkins, ao ser questionado se estavam procurando especificamente o homem que fabricou a bomba detonada ao final do show da cantora pop americana Ariana Grande, na segunda-feira.

Fonte: Veja

Alteração de 'grave' para 'crítico' indica a possibilidade de um ataque iminente

A primeira-ministra da Inglaterra, Theresa May, anunciou na noite desta terça-feira a elevação do nível de alerta terrorista de “grave” para “crítico”, um dia após o ataque suicida que deixou 22 mortos ao final do show da cantora pop Ariana Grande, em Manchester. “Não podemos ignorar a possibilidade de que um grupo mais amplo de indivíduos esteja ligado ao atentado”, declarou May.

O nível de alerta “crítico” significa a possibilidade de um ataque iminente.

A polícia identificou Salman Abedi, 22 anos, como o responsável pela explosão. De acordo com a imprensa inglesa, Abedi nasceu em Manchester de pais que fugiram do regime líbio de Muammar Khadaffi. A família de Abedi emigrou para Londres antes de se estabelecer no sul de Manchester, no bairro de Fallowfield, onde vivem há dez anos. Eles tiveram três filhos.

A prioridade das autoridades é estabelecer se Abedi agiu sozinho. As investigações iniciais indicam que a bomba utilizada pelo terrorista era caseira e que ele teria tido treinamento. O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou o atentado nas redes sociais, indicando que um “dos soldados do califado colocou bombas no meio da multidão”. Os extremistas ameaçaram realizar novos ataques. Um homem de 23 anos foi preso poucas horas antes em Chorlton, ao sul de Manchester, por ligação com o atentado, segundo a polícia, que não especificou a natureza do vínculo.

O autor do ataque “deliberadamente visou crianças e jovens que deveriam estar aproveitando uma das melhores noites de suas vidas”, lamentou Theresa May.

O atentado de Manchester é o mais grave na Inglaterra desde julho de 2005, quando vários atentados suicidas deixaram 52 mortos, incluindo quatro terroristas, e 700 feridos no metrô e em um ônibus de Londres. Esta ação foi reivindicada por um grupo que dizia pertencer à Al-Qaeda.

A explosão acontece dois meses após o ataque realizado nos arredores do Parlamento de Londres, que fez 5 mortos, quando um homem avançou com seu carro contra uma multidão e esfaqueou um policial, e que foi igualmente reivindicado pelo EI.

Condenações em todo o mundo

A rainha Elizabeth II chamou de “ato bárbaro” o atentado suicida de Manchester na segunda-feira à noite. “A nação inteira está chocada (…) expresso minha mais profunda simpatia a todos os afetados por esse terrível evento, em particular as famílias e próximos daqueles que foram mortos ou feridos” neste “ato bárbaro”, declarou a rainha em um comunicado.

“Nossa solidariedade com o povo do Reino Unido é total”, declarou o presidente americano Donald Trump. “Tantos jovens, belos, inocentes vivendo e apreciando suas vidas assassinados por perdedores maléficos”, afirmou Trump durante uma visita ao Oriente Médio.

A chanceler alemã Angela Merkel expressou sua “tristeza e horror”, enquanto o presidente russo Vladimir Putin declarou que está disposto para “desenvolver a cooperação antiterrorista” após o atentado “cínico e desumano”.

O presidente da França, Emmanuel Macron, expressou “horror e consternação” com o atentado.

Reforço da segurança

Teresa May disse também que integrantes das Forças Armadas reforçarão a segurança em locais-chave e que militares podem ser deslocados para eventos públicos como shows e competições esportivas.

Em Londres, o prefeito Sadiq Khan, anunciou o reforço da segurança nas ruas da capital da Inglaterra. “Estou em contato constante com a Polícia Metropolitana. Os londrinos verão mais policiais em nossas ruas”, disse Khan.

O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos também anunciou “medidas de segurança reforçadas em e nos arredores dos locais e eventos públicos”.

Fonte: Veja

Homem suicida pode ter detonado explosivo perto da bilheteria

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, informou na manhã desta terça-feira que a polícia já tem a identidade do suicida que detonou uma bomba no show da cantora Ariana Grande na noite de segunda-feira, em Manchester.

Em um pronunciamento em Londres, May disse que, apesar de já terem a pista de um suspeito, as autoridades manterão as informações sob sigilo. O número de mortos no atentado subiu para 22. Outras 59 pessoas ficaram feridas, muitas em condições graves e correm risco de morte.

A polícia acredita que o ataque tenha sido cometido por um homem suicida que detonou ao menos um explosivo perto da bilheteria da Manchester Arena, minutos após Ariana Grande encerrar seu concerto. As autoridades conduzem a informação com base em terrorismo, que pode ter várias origens, desde extrema-direita, extrema-esquerda a extremismo islâmico. Nenhum grupo reivindicou o atentado até o momento.

"O espírito do Reino Unido não será abalado pelo terrorismo. Os terroristas nunca vencerão. Os nossos valores e o nosso modo de viver vencerão", disse May em seu pronunciamento. Condenando o "ataque contra inocentes e jovens indefesos", a premier também informou que viajará para Manchester para acompanhar a situação.

Uma norte-americana que ganhou US$ 3 milhões (cerca de R$ 9,4 milhões) em uma raspadinha disse que já sabia que iria vencer o prêmio. Não, ela não tem nenhum esquema com a loteria. A mais nova milionária dos EUA disse que uma vidente previu a vitória há alguns anos.

Carolyn O'Brien ganhou o prêmio na loteria Royale Instant, no Estado de Connecticut (EUA). Ela contou que comemorou muito quando descobriu que havia ganho o dinheiro.

"Eu raspei no carro e comecei a gritar e dançar. Desci do veículo comemorando e chorando como um bebê", contou O'Brien.

Segundo a americana, há alguns anos uma vidente contou que ela ganharia na loteria. A revelação ocorreu no fim da sessão, quando O'Brien já havia se levantado para deixar a sala da vidente. "Ela segurou meu braço e disse: 'te vejo com um cheque na mão, comemorando e dizendo 'consegui'", lembrou a americana.

A previsão não poderia ser mais precisa. O'Brien deixou a sede da Loteria de Connecticut com um cheque na  mão e gritando "melhor dia da história. Consegui!".

BOL

Lançamento foi feito uma semana após outro teste bélico

A Coreia do Norte fez hoje (21) mais um teste com míssil, lançado no Sul do país, que percorreu cerca de 500 quilômetros, O lançamento foi feito uma semana depois de ter disparado outro projétil balístico de médio alcance, que contribuiu para aumentar a tensão na península, de acordo com o Exército da Coreia do Sul. A informação é da Agência EFE.

"A Coreia do Norte disparou um míssil não identificado, a partir de um ponto perto de Pukchang, na província de Pyongan Sul", anunciou o Estado Maior Conjunto (JCS), em breve comunicado. O teste ocorreu às 16h59 (horário local, 4h59 de Brasília) e o projétil voou cerca de 500 quilômetros para o Leste, por isso teria caído no Mar do Japão.

O teste foi realizado depois de a Coreia do Norte ter lançado, na semana passada, o Hwasong 12, um novo míssil de médio alcance que mostrou importantes avanços para o regime de Kim Jong-un (o líder norte-coreano) desenvolver no futuro um ICBM, com ogiva nuclear, que possa chegar aos Estados Unidos.
Os especialistas consideram que com esses últimos testes, a Coreia do Norte estaria pondo à prova o novo governo sul-coreano, do presidente Moon Jae-in, que chegou ao poder há quase duas semanas. A intenção é melhorar os laços com a Coreia do Norte, mantendo, ao mesmo tempo, o mecanismo de sanções.

Em comunicado divulgado em Riad, na Arábia Saudita, onde o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está em visita oficial, a Casa Branca diz o míssil lançado hoje pela Coreia do Norte era de alcance menor que os utilizados nos três últimos testes feitos pelo país.

O projétil, segundo o texto, era de médio alcance. A última vez que o regime de Kim Jong-un fez um teste com esse tipo de míssil foi em fevereiro, acrescenta a nota.

Fonte: Agencia Brasil

Relator da Lava Jato no STF ordenou ainda afastamento do deputado Rocha Loures (PMDB-PR) da Câmara. PF cumpre nesta quinta (18) mandados de busca e apreensão em endereços ligados a Aécio.

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), mandou afastar o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), do mandado de senador. Endereços ligados ao parlamentar tucano também são alvo de mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (18) no Rio de Janeiro e em Brasília.


Além disso, Fachin expediu um um mandado de prisão contra a irmã e assessora de Aécio, Andréa Neves. Segundo a TV Globo apurou, um procurador da República foi preso e há mandados contra pessoas ligadas ao deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).


No Rio, estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em três endereços: os apartamentos de Aécio e da irmã dele e o imóvel de Altair Alves Pinto, conhecido por ser braço direito de Cunha.


O procurador da República Ângelo Goulart Villela, que atua no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi preso na manhã desta quinta pela Polícia Federal. Agentes da PF cumpriram mandados de busca e apreensão na sede da Corte eleitoral, em Brasília.


Fachin também expediu mandado de prisão contra oadvogado Willer Tomaz, que é ligado a Eduardo Cunha.

Fonte: G1

Um novo grande ataque cibernético está em curso nesta quarta-feira (17) e afeta milhares de computadores em todo o mundo, informou a empresa especializada em segurança online Proofpoint.

De acordo com os especialistas, o ataque está vinculado ao ransonware "WannaCry", que foi iniciado na última sexta-feira (12) e afetou mais de 200 mil dispositivos em 150 países, e foi nomeado de Adylkuzz.

"As estatísticas iniciais sugerem que esse ataque pode ser em maior escala que o WannaCry, afetando centenas de milhares de computadores e servidores ao redor do mundo", informa a empresa norte-americana.

De acordo com as primeiras informações, que foram coletadas no dia 15 de maio, o Adylkuzz ataca também o Windows e não é barrado pelas correções desenvolvidas pelas empresas de antivírus para combater o ransonware. O "invasor" pode ser detectado por problemas de performance nos computadores, que ficam mais lentos.

Mostrando testes feitos em computadores propositalmente vulneráveis, a Proofpoint mostrou que o novo vírus foi detectado. "No curso da busca pelo WannaCry, nós expusemos as máquinas. Enquanto esperávamos ver o WannaCry, nós tivemos um inesperado e menor invasor barulhento: a criptografia do Adylkuzz", explicam os especialistas.

Diferentemente do WannaCry, que "sequestra" o dispositivo e só o libera após um pagamento, esse novo malware cria uma moeda virtual comparável aos Bitcoins, rouba os dados dos usuários e recebe o pagamento em moeda virtual sem que o usuário perceba.

TERRA

De acordo com o jornal Austin American-Statesman, Brandon Vezmar, um homem que vive Austin, Texas, está processando uma mulher por ficar mexendo no celular na sala de cinema durante o primeiro encontro deles. Ele pede indenização US$ 17,31 (cerca de R$ 56,66), o preço que pagou no ingresso para assistir a Guardiões da Galáxia Volume 2 em 3D. 

Na petição, registrada na vara de pequenas causas, o rapaz descreve o momento como "um primeiro encontro dos infernos". Vezmar disse ao jornal que a mulher começou a mandar mensagens apenas 15 minutos após começar o filme, e, desde então, ela "usou o telefone umas 10 ou 20 vezes", até que ele pediu para ela parar.

Vezmar contou que sugeriu que ela saísse da sala de cinema para mandar mensagens - e ela o fez, deixando o homem sem carona para casa. Ele ainda disse que pediu para que ela reembolsasse o ingresso, mas ela se recusou.

Na petição, ele disse que o comportamento da mulher é "uma ameaça para a sociedade civilizada". Procurada pelo jornal, a mulher - que pediu para não ser identificada - disse que não sabia da ação judicial. "Meu deus, isso é loucura", falou, e ainda relatou ter enviado mensagens apenas duas ou três vezes no cinema.

ESTADÃO

Os norte-americanos Jessaka e Josh Clark, moradores de Geórgia, nos Estados Unidos, estão ganhando as redes sociais com algumas fotos que celebram o crescimento da família. O casal adotou, ao mesmo tempo, sete irmãos para fazer companhia ao único filho biológico, Noah.  

Maria, Elizabet, Guillermo, Jason, Kristina, Katerin e James viviam há quatro anos em uma casa de passagem e foram adotados ao mesmo tempo. Segundo o canal WSB-TV, as crianças moram com os novos pais desde agosto do ano passado e ficaram por lá até o fim do processo de adoção.

Jessaka repetiu o gesto que seus pais fizeram: ela tem dois irmãos adotados. "Meu marido Josh e eu sabíamos que queríamos adotar crianças. Decidimos isso antes de nos conhecermos", afirmou Jessaka à Fox News. 

Na imagem acima, os jovens seguram um cartaz escrito: "Estávamos em uma casa de passagem por 1.359 dias, mas no dia 9 de maio, fomos adotados". O menino mais jovem é Noah, o filho biológico de Jessaka e Josh, que segura um cartaz onde diz: "Fui uma criança única por 1.426 dias. Mas, hoje, no dia 9 de maio, virei um irmãozinho".

Kristina, uma das filha, deixou a mãe feliz ao escrever na escola seu nome completo já com o novo sobrenome.  E hoje eles têm uma van para abrigar todo mundo.

No Facebook, a matriarca desta grande família compartilhou uma notícia da mídia local e passou uma mensagem de incentivo. "Somos abençoados por poder mostrar às pessoas a beleza que é adotar e por provocar a discussão sobre abrigos e pais adotivos", escreveu.

G1

As gêmeas siamesas Consolata e Maria Mwakikuti sonham alto. Elas têm 19 anos e estão no último ano do colegial em Iringa, na Tanzânia. Consolata e Maria já sabem o que querem fazer no futuro. Assista ao vídeo.

"Nossa expectativa é entrar na universidade e sermos professoras. Vamos dar aulas usando um projetor e computadores", dizem. Os pais morreram depois de elas nascerem.

Elas foram adotadas pela ONG católica Maria Consolata. As adolescentes não querem passar pela cirurgia de separação e pretendem se casar com um único marido.

G1

Pagina 1 de 6

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top