Salvar

Salvar

Comerciantes reclamam de lei que obriga venda de 4 tipos de cachaça no RJ

17 Junho 2017
(0 votos)
Autor 

Donos de bares e restaurantes do Rio de Janeiro acham que a nova lei da cachaça não vai incentivar o aumento das vendas nos estabelecimentos. No dia 23 de maio, o governador Luiz Fernando Pezão sancionou a lei n° 7595, que obriga bares, restaurantes e hotéis, localizados no Rio de Janeiro, disponibilizarem para seus clientes carta de bebidas destiladas que deverão incluir, pelo menos, quatro marcas de cachaças produzidas no estado.

"Você vai pegar um barzinho pequeno, um boteco, que tenha a cachaça dele de venda, ele botar outras cachaças com certeza vai ficar na prateleira lá e não vai vender. Não é isso que vai fazer a cachaça vender", disse Giani Eroni, dono de bar.

O diretor do sindicato de bares e restaurantes do rio de janeiro (SindRio), Leo Feijó, também não concorda com a lei. Ele alega que 11 mil estabelecimentos da capital estão em situação desfavorável para cumprir a lei.

"Num momento em que os estabelecimentos estão lutando pra manter os empregos, suas atividades, e eu acho que os alambiques do estado do Rio de Janeiro já têm altíssima qualidade, reconhecimento, vários bares têm cartas de mais de 100 cachaças artesanais, muitas delas do estado do Rio, então a gente acha esse tipo de proposta desnecessária e vem num péssimo momento."

G1

94 : Visualizações
Redação 2

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top