Gabinete de Carlos Bolsonaro afirma que vereador não irá se posicionar sobre investigação do MP

Brasil

Esta semana, a Câmara aceitou o pedido de licença do parlamentar

O gabinete do verador Carlos Bolsonaro, do PSC, afirma que o parlamentar não vai se posicionar sobre a investigação do Ministério Público do Rio que apura o possível uso de funcionários fantasmas dele na Câmara.

As investigações, que estão sob sigilo, foram iniciadas depois da denúncia de que o político teria empregado parentes da própria madrasta no gabinete.

Esta semana, a Câmara Municipal do Rio aceitou o pedido de licença não-remunerada de Carlos Bolsonaro.

Pela página pessoal, o filho do presidente Jair Bolsonaro afirmou que fez o pedido para acompanhar o pai no hospital, que passou por uma cirurgia para correção de uma hérnia, após o ataque a faca sofrido no ano passado.

Fonte: Band

Please follow and like us:
error