Em jogo emocionante e de nove gols, Fluminense derrota o Grêmio

Brasileirão

Após sofrer três gols no início, o Fluminense reagiu e conseguiu vencer o Grêmio por 5 a 4, neste domingo, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os cariocas conquistam sua primeira vitória e deixam a lanterna da Série A. Já os gaúchos seguem com apenas um ponto e seguem na zona de rebaixamento.

O Grêmio iniciou com tudo a partida e abriu 3 a 0 com 20 minutos, após gols de André, Everton e Jean Pyerre. Ainda na etapa inicial, o Fluminense reagiu e diminuiu após gols de Yonny González e Luciano. No segundo tempo, os visitantes conseguiram a virada com Matheus Ferraz e Pedro. Kannemann deixou tudo igual para os gaúchos, mas nos acréscimos, Yonny González marcou o quinto para decretar a vitória dos cariocas.

Na próxima rodada, o Fluminense terá o clássico contra o Botafogo, no sábado, no Maracanã. No mesmo dia, o Grêmio vai até a capital paulista para enfrentar o Corinthians.

O jogo – O Grêmio começou a partida já pressionando o Fluminense e abriu o placar logo aos cinco minutos. Cortez cruzou rasteiro para a área e André escorregou para mandar para a rede, sem chance para Rodolfo.

Mesmo depois do gol, os donos da casa seguiram melhores em campo e rapidamente ampliaram a vantagem na Arena. Aos 12 minutos, Alisson cruzou pela direita e Everton cabeceou cruzado para a rede.

O Fluminense mal passava do meio, pois continuava sendo pressionado pelos gremistas. Os gaúchos mantiveram o ritmo e chegaram ao terceiro aos 21 minutos. Jean Pyerre tabelou com André e tocou na saída de Rodolfo.

Com a ampla vantagem, o Grêmio diminuiu o ritmo e passou a administrar o resultado. Com isso, o Fluminense melhorou na partida e conseguiu buscar o ataque com mais intensidade. Os cariocas chegaram ao primeiro gol aos 38 minutos. Após troca de passes entre Caio Henrique e Luciano, a bola chegou em Yony González, que mandou para a rede.

O gol animou os visitantes, que marcaram o segundo aos 40 minutos, após falha de Julio César. O goleiro tentou driblar Luciano, mas perdeu a bola e viu o atacante empurrar para a rede.

Nos minutos finais, o Grêmio voltou a chegar com perigo. André aproveitou cruzamento e cabeceou fraco. Maicon tentou se esticar para colocar para o gol, mas não alcançou a bola. O Fluminense conseguiu equilibrar o confronto, mas teve que se contentar em ir para o intervalo atrás no marcador na Arena.

No segundo tempo, quem começou a todo vapor foi o Fluminense. Com um minuto e meio, os cariocas perderam duas chances de empatar o jogo. Na primeira, Bruno Silva pegou rebote na entrada da área e chutou para grande defesa de Julio Cesar. No cobrança de escanteio seguinte, Matheus Ferraz cabeceou, mas parou em mais uma defesa difícil do goleiro gremista.

Após os sustos, o Grêmio tentou esboçar uma reação, mas viu o Fluminense assustar novamente aos sete minutos. Em mais uma cobrança de escanteio, novamente Matheus Ferraz apareceu para cabecear. Desta vez, a bola veio mais fraca, mas Julio Cesar foi obrigado a espalmar para fora.

De tanto insistir, os visitantes chegaram ao empate aos nove minutos. Em falta cobrada na área, Luciano cabeceou para o gol, mas Julio Cesar fez a defesa. Só que Matheus Ferraz estava atento para pegar o rebote e mandar para a rede.

Após o empate, o Grêmio conseguiu equilibrar o confronto e passou a ter mais posse de bola, mas não criava boas chances. O Fluminense focou nos contra-ataques e chegou a virada aos 26 minutos. Kannemann agarrou Matheus Ferraz na área e o árbitro marcou pênalti. Pedro cobrou com categoria para colocar os cariocas a frente no placar.

Com o revés, os donos da casa foram com tudo em busca do empate. Com isso, o jogo ficou aberto, pois o Fluminense seguia buscando os contra-ataques. O Grêmio quase marcou aos 34 minutos. Marinho aproveitou erro de Bruno Silva, entrou na área, mas chutou por cima do travessão. A resposta dos vistantes veio em seguida. Em avanço rápido, Daniel finalizou para boa defesa de Julio César.

Os gaúchos seguiram insistindo e na base da raça chegou ao quarto gol, aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio, Kannemann subiu sozinho e cabeceou para a rede.

Nos minutos finais, o confronto ganhou emoção, pois os dois times foram em busca da vitória. O Grêmio quase virou em chute de longe de Luan. Rodolfo estava atento para fazer boa defesa. Depois, foi a vez de Cortez cruzar e André não conseguir a finalização. Os lances animaram os gaúchos, que assustaram em chute de Marinho que parou no goleiro carioca. Quando parecia que o jogo terminaria, o Fluminense que marcou o quinto, nos acréscimos. Yonny González aproveitou rebote dado por Kannemann e chutou sem chance para Julio César para dar números finais na Arena.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 5 FLUMINENSE

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Data: 05 de maio de 2019, domingo
Horário: 19h00 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Neuza Inês Back (Fifa-SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP) auxiliado por Rodrigo Batista Raposo (DF) e Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP)

Renda: R$ 266.323,00
Público: 8.390 pagantes
Cartões amarelos: Kannemann e Matheus Henrique (Grêmio); Guilherme (Fluminense)
GOLS
GRÊMIO: André, aos 5min do primeiro tempo; Everton, aos 12min do primeiro tempo; Jean Pyerre, aos 21min do primeiro tempo; Kannemann, aos 38min do segundo tempo
FLUMINENSE: Yony González, aos 38 min do primeiro tempo e 46min do segundo tempo; Luciano, aos 40min do primeiro tempo; Matheus ferraz, aos 9min do segundo tempo; Pedro, aos 26min do segundo tempo

GRÊMIO: Paulo Victor, Léo Moura, Michel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon (Felipe Vizeu), Jean Pyerre (Luan) e Alisson (Marinho); Everton e André
Técnico: Renato Gaúcho

FLUMINENSE: Rodolfo, Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique; Airton (Daniel), Bruno Silva, Allan; Guilherme (Pedro), Luciano (Igor Julião) e Yonny González
Técnico: Fernando Diniz

Fonte: Gazeta Esportiva